Acta de 04/07/2014

No dia 4 de Julho de 2014, pelas 21 horas, reuniu-se o Conselho Pastoral da Paróquia de Nossa Senhora do Cabo, de Linda-a-Velha, na Sala da Ressurreição da Igreja Matriz.
Estiveram presentes:
•Pároco Padre José Luís Gonçalves da Costa,
•Padre Nazário Kuatouta,
•Diácono José Ribeiro,
•Diácono António Figueiredo,
•Elisa Mendonça, em representação dos Vicentinos,
•Felipa Cunha, em representação da catequese da infância,
•Isilda Lobo, em representação de Renovamento Carismático,
•Jorge Fontes, em representação da Adolescência,
•José Freitas Pereira, em representação dos Visitadores dos Doentes,
•José Gregório, em representação da Igreja do Sagrado Coração de Jesus,
•Fernando Silva em substituição de Manuel do Vale em representação da irmandade de Nossa Senhora do Cabo
•Manuel Teodoro em representação do coro litúrgico,
•Marco Mesquita em representação do Projecto Encruzilhada,
•Maria Helena Farinha em representação da LIAM,
•Maria Helena Maia em representação dos Ministros Extraordinários da Comunhão,
•Diogo Espírito Santo em substituição de Marta Ferreira em representação dos Acólitos,
•Teresa Branco em representação do grupo das zeladoras da Capela de Nossa Senhora do Cabo
•Beatriz Pereira em substituição de Teresa Vasco em representação de Cartório,
•Fátima Morais em representação do grupo de leitores,
•Cristina Branquinho, secretária.
•Miguel Pardal, secretário, redactor desta acta.

Estiveram ausentes:
•Carlos M. de Figueiredo, representante da Info Inclusão
•Maria Lino em representação do Apostolado da Oração,
•Maria Lemos Pires, representante do CNE 626
•Marta Gaspar, representante da pastoral das vocações
•Sara Infante Gaspar, representante do Grupo de Jovens, tendo justificado falta e apresentado o seu contributo,
•Miguel Martins, representante do Centro Social de Nossa Senhora do Cabo, tendo justificado a falta,
•Júlio Francisco, representante da Escola de Música, tendo justificado a falta e enviado contributos por escrito,
•Rui Ramos, representante das Equipas de Nossa Senhora, tendo justificado a falta e enviado contributos por escrito,

Depois da verificação de presenças, o pároco procedeu à distribuição do programa e calendário diocesano para o Sínodo de Lisboa 2016 intitulado “O sonho missionário de chegar a todos”.
Foi distribuído o panfleto do sínodo, um exemplar para cada membro de grupo, mais a oração pelo sínodo, que será distribuída por toda a comunidade.

O pároco pediu a cada grupo que se reúna durante o primeiro trimestre do novo ano pastoral – de Setembro a Dezembro de 2014 – e depois partilhem o resultado da reflexão.

Procedeu-se depois à avaliação do ano pastoral que estava a terminar.
O pároco classificou o ano globalmente como um “quase fiasco”.

Para a iniciativa da equipa de evangelização, apenas 4 pessoas se ofereceram, quando o mínimo eram 12.
Os grupos de fé, que dependiam da equipa de evangelização, não se concretizaram.
As refeições paroquiais não foram implementadas por não se ter formado o grupo dos 12.
A acção caritativa teve problemas estruturais

Quando à realização de Crismas na paróquia, o pároco inquiriu o conselho pastoral, e adiou a decisão de convidar o Sr. Bispo para Setembro

A catequese da adolescência teve um franco decréscimo de participação. No acantonamento final apenas participaram 5 adolescentes em 45 possíveis.
A catequese de São Francisco deu origem a um grupo de jovens.

A catequese familiar foi lançada e foi uma iniciativa bem-sucedida.

O pároco apresentou um resumo da realidade civil de Linda-a-Velha. Tem 2,32 Km^2, o que significa que se pode ir a qualquer sítio em 15 minutos. Tem ~ 20 000 habitantes, o que corresponde a 8 600 famílias. Tem também uma população de + 5 000 trabalhadores.

Os baptismos têm decrescido ao longo dos anos. No entanto, foi feito o baptismo das crianças da creche.
Simultaneamente, os baptismos de adultos têm crescido.

Os matrimónios têm também decrescido, o que, no entender do pároco, mostra que a comunidade é residual e não expressiva. A relação de afecto e proximidade com a paróquia não está lá.

Quanto aos crismas, mantém-se a média.

O pároco esclareceu o conselho pastoral que a igreja do Sagrado Coração de Jesus (Av. D Pedro V) e a Capela de Nossa Senhora do Cabo pertencem ainda à paróquia de Carnaxide.
A igreja matriz, o lar, e a escola de música são ainda ilegais.
A quantidade de equipamentos justifica a colaboração de Sr. Neves e Tozé,

A igreja matriz tem 370 lugares em baixo, 180 lá em cima. A igreja do Sagrado Coração tem 150 lugares.

Na Eucaristia dominical são distribuídas cerca de 700 a 1000 folhas informativas por semana.
Eucaristia semanal 60 a 80 pessoas

Preparação dos Baptismos continua a ser às segundas-feiras.
O CPM (Curso de Preparação para o Matrimónio) continua a ser feito por Miguel e Paula Martins.

O pároco apresentou o organigrama da paróquia estruturada em três eixos: fides, spes (celebração), e caritas (vivência).

Em 2013, os fundos ascenderam a EUR 294 000.
Despesa normal EUR 130 000 – 150 000 por ano
Diocese EUR 11 000 – 12 000
Obras normalmente custam sempre a partir de EUR 50 000

Relativamente ao Centro Comunitário de Linda-a-Velha, colocam-se duas possibilidades futuras:
•Alargamento da creche para D Pedro V (2º núcleo); ou
•Residência para universitários, que poderia servir a Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa

NA (Narcóticos Anónimos) continuam a reunir-se em sala com regularidade.

O pároco informou o conselho pastoral que o órgão pequeno está emprestado à paróquia de Carnaxide.

Avaliação do 1º trimestre
Bolo de Todos os Santos – sobrou metade – não se vendeu à porta

Avaliação do 2º trimestre
Via Sacra
Catecumenato
Quinta-feira Santa – acantonamento juvenil – limpar paredes e bancos
Via Sacra nas ruas
Ceia Pastoral

Avaliação do 3º trimestre
Dia Bom Pastor – Vocações – Seminário Passionista
Vocações: Teresa, Ausenda e António
Procissão
Terço diário nos 31 dias de Maio. Não é o terço do “despacho”. A ideologia não faz rezar, mas a fé sim.
Festa da aliança
Procissão do Corpo de Deus – a melhorar – deve ser a expressão de identidade do que é a igreja no tempo
O Sr. Teodoro fez a sugestão de se realizar a procissão fora do horário da missa, por exemplo, às 17h00.
Primeira comunhão

Avaliação do 4º trimestre
Novo horário
Missa nocturna – Domingos às 21h
Desafios pastorais paroquiais
Rotinas individuais de oração + acompanhamento (para que cresça em qualidade)
Melhorar a estética das celebrações litúrgicas (experimentar na beleza o sentido do sagrado). Para este efeito vão ser disponibilizadas 2-3 bolsas para estudo na escola de música.
Côngrua paroquial
Centro juvenil/adolescência ao estilo dos Salesianos, com pequenas estruturas – centro, matraquilhos, pingue-pongue + clube. Para formações e utilizações de tempo, em ritmo pós-escolar (miúdos depois das aulas)
Pastoral exequial: Anúncio – pregação – ensino – partilha; celebração da morte continua a ser medíocre, com lógica de anonimato.
Formar e capacitar os catequistas
Preparar lideranças (litúrgicas, formadoras, comunitárias)
Diagnosticar a pobreza na paróquia e reconstruir o serviço na comunidade
Procurar espaços e metodologias de Missão no espaço da freguesia e também fora. Replicar a experiência de Algés com projecto em Angola.

Avaliações dos grupos

Escola de música, visita do patriarca – por escrito

ENS – por escrito – catequese e leitores mais coordenados
Catequese familiar
Desconhecimento das actividades
Encontro da comunidade – bancas
Falta de visibilidade
Grupos de jovens

Maria Elisa (Vicentinos)
Positivo: visitas ao Banco Alimentar todas as terças-feiras para ir buscar alimentos perecíveis (José Gregório e jovens)
Entrega de casa camarária
Articulação com Junta de Freguesia – pão
Peregrinação
Campanhas de recolhas
Eventos

Padre Nazário
Realizámos actividades comuns

Fátima Morais (Leitores)
Balanço positivo – bons leitores, novos leitores
Próximo ano apostar nos mais novos, dar sessões formativas.
Arranjos de flores estão muito velhos na quinta e sexta-feira

José Gregório (D. Pedro V)
Lá em baixo continua tudo bem – há colaboração

Beatriz Pereira (cartório) – Teresa Vasco
30 funerais por mês
Introdução de dados no computador – crismas (todos), baptismos ainda não
Tornar o cartório mais acolhedor

José Pereira (visitadores dos doentes)
Não houveram pedidos de visita.
Pouca participação (2-3 dos 7-8)

Sr. Teodoro (Coro litúrgico)
Pessoas não fazem noção do esforço.
Somos um coro pobre mas sério.
Faltam jovens.
Ter formação da escola de música seria bom.

Diogo (Acólitos)
Correu bem; 4 novos acólitos; encontros semanais; EMA
Temos muitos acólitos mas não vêm à missa

Fernando (Irmandade)
Procissões, alfaias

Isilda (renovamento carismático)
Muito positiva a leitura partilhada do catecismo.
Festa de aniversário.
O seminário de vida nova que se realizou e que foi muito positivo,
A pensar – seminário de vida nova alargada a toda a paróquia.

Maria Helena Farinha (LIAM)
25 pessoas no grupo; está bem
Mudança de direcção

Maria Helena Maia (Ministros da Comunhão)
Correu bem

Teresa Branco (Liturgia das Horas)
Correu bem. Fidelidade. Terço. Via Sacra. Adoração das quintas-feiras. Sra. Rocha.
Meditação de salmo.
Formação sobre rito ortodoxo.

Felipa Cunha (catequese)
Catequese familiar
Problema de coordenação com escuteiros
Precisamos de chamar os pais (famílias desmembradas)
Coordenar mais com a escola de música (festas e concertos)

Marco Mesquita (Encruzilhada)
300 pessoas
Falhou o ‘site’
Correu bem a parceria com Porto Salvo
Jovem Filipe ajudou a organizar currículos

Cristina Branquinho (Catequese da adolescência)
Perdemos muitos miúdos (40) – terminámos com 18
Domingo à tarde, aspectos positivos
18 Miúdos com rotatividade 2-3 semanas
Não há permanência
Miguel Pardal (Catequese da adolescência) acrescentou:
Não fizemos reunião de pais.
Faltaram mais momentos de vivência
Deveremos incrementar momentos como o acantonamento (logo no 1º trimestre).
Deveremos aproveitar melhor os meios audiovisuais

Diácono José Ribeiro
Dinheiros – contas existe trabalho, amor e gosto.
Recitas – capelas mortuárias.

Diácono António
Pastoral dos idosos.

Padre José Luís
3 situações
1: Festas de Nossa Senhor do Cabo, nos dias 11, 12, 13, 14 Setembro.
5-14 Novena
Missa de manhã, pregação e procissão à tarde
2: Padre Nazário vai-se embora depois de 30 de Setembro (data limite para entrega do trabalho). Terá que esperar defesa da tese e só depois se vai embora. Preparar festa de despedida.
3: Padre Diamantino virá para a paróquia entre 15 de Setembro e 15 de Outubro. Será necessário preparar uma festa de acolhimento.

A próxima reunião será depois das Festas, ficando marcada para Sábado, dia 20 de Setembro, às 16:00

Anúncios

Um pensamento sobre “Acta de 04/07/2014

  1. Pingback: Nota ao conselho Pastoral | Nossa Senhora do Cabo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s